segunda-feira, maio 30, 2011

O que fazer...


... quando em casa só se tem animais avariados dos cornos??

A semana passada, como se já não me bastasse a neura de caixão à cova, a gataria lá de casa resolveu ter uma noite épica como que a ver se testavam os meus nervos!!

Capitulo 1: Dona Nina Maria era (e reparem bem no tempo verbal utilizado...) a única com privilégio de dormir com os donos no quarto, porque os outros 2 anormais passavam as noites a abrir roupeiros e a atirar roupa para o chão... Vai que daí, D. Nina Maria, resolve, uma manhã destas, acordar os donos a arranhar o edredon, no meio da cabeça dos 2. Nada de anormal, está a brincar, pensámos nós, mas ela insistia e já estava a chatear... e vai que eu lhe dou um encontrão para ela parar com o festival de arranha arranha... e quando atiro a mão o que é que eu sinto?? MOLHADO!! Pensei que ainda estava meia a dormir e voltei a lá por a mão e... continuava molhado... pois que aquela cabra tinha MIJADO em cima do edredon, bem no meio das nossas cabeças... foi um despertar... bem, chamemos-lhe violento e nojento, tudo acabando em ento... Tudo a saltar fora da cama, saca lençóis, saca edredon, e toca a ir por tudo na máquina, e isto leva-nos ao capitulo 2

Capitulo 2: Ao descer a escada com a trouxa de roupa mijada para ir meter tudo na máquina, chego cá a abaixo e o que é que encontro?? Uma jarra de vidro esborrachada no meio do chão da sala, água por todo o lado, tudo patinhado, cacos de vidro também por todo o lado. Os outros 2 fizeram uma rave de noite e não me convidaram!! Eu juro que só me apetecia correr com gatos ao biqueiro, estava cega. Rosnei, inspirei fundo, contei até 100 de trás para a frente e segui para a cozinha com a minha trouxa debaixo do braço... abro a porta da cozinha e... pisei... MIJO, pois claro! Até nem  me tinha acontecido nada até aí... sô Jacó António, em protesto por ser excluído dos aposentos dos donos, resolveu regar a porta da cozinha...

De notar que toda esta longa metragem épica se passou às 6:30 da matina.

Estou a  ponderar comprar uma jaula de 1 m2 e deixar os animais lá trancados, com as gamelas da agua e da comida do lado de fora e afastadas deles aí uns 2 metros, o suficiente para lhes sentirem o cheiro e não lhes chegarem, para verem o que é bom para a tosse. Ou isso, ou mandá-los a todos para uma quinta de criação de Rotweillers, Pit Bulls's e Pastores Alemães fazerem um estágio educacional.

8 comentários:

Sissamar disse...

Isso foi mesmo verdade ou foi um pesadelo, ou algum resumo de um filme de terror? Resolveram todos fazer a panelinha na mesma noite!!! Ninguém merece!
Olha, a minha Melinha, agora resolveu quebrar todas as regras do que é normal num gato e resolveu tornar-se alcoolica... não pode ver uma garrafa de cerveja que fica doida para laber o gargalo! Apanhou um bocado de cerveja que um tio meu entornou dentro da tacinha da sobremesa e vai de beber... eu fiquei doida... cheia de medo que a bicha entrá-se em coma alcoolico :O
Raios partam a bicharada!!!

Miss Dreams disse...

Não... foi realidade mesmo... uma triste realidade...

Agora essa matou-me!! Era outro episodio que tinha programado contar, era o alcoolismo da Carlota! :D Os nossos animais n são normais de facto :D

Soinita disse...

Xiii!
E eu queixo-me de todos os dias de manhã encontrar a cozinha cheia de pêlo. :S:S

bymiminhos disse...

lllllllooooooooollllllllllll é preciso realmente ter 1 paciencia e gostar desses desgracados..sao lindos mas qdo nos decidem testar a paciencia é dificil....coragem!

TiTó disse...

xiii... tanto azar junto. Os teus animais tiraram a noite para te arreliar...

bjs**

anabenfica disse...

Tu queixas-te porque os 3 filhos fizeram isso.

O meu Afonso, que é SÓ um, faz isso e muito mais (e sim, inclui mijar a cama, a roupa que está para passar, a tábua de passar, partir jarras, mijar/cagar fora do sitio, comer velas, comer flores, comer plantas...e podia continuar)

Miss Dreams disse...

O meu Jacó deve ser primo do teu Afonso, que ele é homenzinho para fazer isso tudo sozinho também!

Sandra disse...

A minha gata fez isso várias vezes até eu ter trocado o edredon de penas por um sintetico.

Parece que as penas ganham um odor que eles não gostam... até ter descobrido isso gastei uma fortuna na lavandaria.