quarta-feira, junho 13, 2012

E assim de repente...

... 2 semanas de férias no paraíso (molhado) foram-se! Quando uma pessoa tá de cú bem alapado na esperguiçadeira, dá-se conta que já é hora de começar a enfiar a tralha dentro da mala novamente! Euro milhões, onda andas tu mesmo? É que eu habituava-me tão bem a esta vidinha, mesmo com chuva, vento, whatever!

Ora bem, foram 2 semanas em Akumal, no México, uma marcação cheia de atribulações pelo caminho, desde o voo para Cancun cancelado a 1 mês da viagem e sem me dizerem o que quer que seja, e que com voltas e trocas lá se resolveu, até ao cancelamento do voo Lisboa-Madrid por causa da greve dos filhos de uma senhora de rua dos controladores aéreos que nos fez ter que levar o carro para Madrid e deixa-lo lá 2 semanas no parque, passando pelas previsões meteorológicas que eram de fugir (e que se confirmaram in loco...) e até um tornado vimos, valha-me a santinha!

Mas tudo isto deixa de importar quando se entra no mar com 32 graus no ar e 30 graus dentro de água, e no fundo do mar turquesa e cristalino se vêem montes de tartarugas marinhas, e extensões enormes de corais e peixes coloridos e mesmo quando chove a temperatura continua sempre lá nos píncaros e de noite até um vestido de alças é quente! Foram 2 semanas com tantas horas enfiadas dentro de agua que me caiu a pele das mãos por 2 vezes tal era o permanente estado de engelhamento da pele das ditas e mais um bocadinho e tinha-me crescido barbatanas, coisa que me daria imenso jeito já que as minhas barbatanas apesar de pequenas eram grandes para os meus mini pés e até bolhas me fizeram!

Nadei com tubarões-baleia em alto mar, umas bichesas pequenas, assim com 13 metros de envergadura, e cuja viagem para chegar até elas me ia fazendo morrer do corazón (e borrar as cuecas azulinhas do biquini) tal o estado alterado do mar e o tamanho (bem reduzido) do barco! Visitei Chichén Itza que é assim de cortar a respiração e só tenho pena de não ter lá estado mais tempo, já que a visita é curta porque a viagem para lá chegar é muito longa, cerca de 2 horas de autocarro para cada lado. E nadei, nadei, nadei com as minhas queridas tartarugas, tanto que elas já nem me podiam ver à frente! Vi uma manta raia maravilhosa, cujo avistamento assim à 1ª vista me pregou um susto de morte! Imaginem irem muito bem descansadinhos a nadar e de repente verem uma mancha enorme preta a vir na vossa direcção, eu imaginei logo um tiburon e e até me deu uma cãibra de susto, se fosse um a sério morria logo ali só de o ver!

E pronto... era capaz de me mudar para aquela terra, a sério... É paixão assolapada, mesmo com chuva, com vento, com furacões, com tudo! É quente, tem um mar maravilhoso, tem umas cores de assombrar... É um sonho!































6 comentários:

Sissamar disse...

Ai pá, não me canso de ver estas fotografias!!! Estão fantásticas!

Sini disse...

Estive no México, em Cancun, em 2007 e amei!! A viagem custa bastante, muitas horas seguidas...mas adorei! Voltava de certeza! As tuas fotos estão lindas!! :) Que saudades!

*C*inderela disse...

A foto do tornado mete medo mas as restantes estão lindas :)

Bjokas

*ladybug* disse...

Ai, como eu te percebo...
Voltava já ontem :)

AD disse...

Há pessoas que metem mesmo nojo pah! 2 semanas? D-U-A-S?!? Não chegava uma? Eu nem na lua-de-mel fui 2 semanas prá ilha...

Trouxeste a lula pra grelhar ao menos?

:P

Soinita disse...

Ai que inveja! :)
Quem me dera ter estado nesse pequeno paraíso.
Fotos lindas.