quarta-feira, fevereiro 15, 2012

A propósito...


... deste post da Isa no seu Vida Real ou Sonhada, e porque aqui às vezes também se fala de coisas sérias,eu declaro-me uma mostrenga e informo que há muitossssss anos que decidi que no dia que tiver uma criança, ela vai chegar a este mundo por cesariana. Não irá ser a forma como a criança sai que me tornará mais ou menos mãe, mais ou menos capaz e já estou habituada a chamarem-me de doida quando este assunto vem à baila e eu expresso a minha opinião. Sou doida, insensível e o que me quiserem chamar com muito gosto e só se algo me correr muitooooo mal é que tal não irá ser realizado.

O que não falta à minha volta são relatos de partos horrendos, cenários dantescos com ferros, ventosas, cortes, pontos, sangue, horas e horas e horas de sofrimento e não vou sujeitar a minha "área de lazer" a uma tortura dessas. Eu sei que a cesariana é uma intervenção cirúrgica, e que envolve riscos, e bla bla bla, mas e os riscos que envolve um parto de 3 dias como tenho conhecimento de alguns? E os riscos dos ferros e das ventosas no bebé? E as sequelas que ficam na mãe como incontinência e afins??

Sim, eu sei que os relatos que me rodeiam são os muito maus e também há os muito bons (aliás, a minha própria mãe estava na maternidade a ter-me e quase nem dava conta que eu já estava sair e não haviam epidurais nem nada do género), mas como cada caso é um caso e o factor sorte também determina tudo, e eu gosto pouco de me entregar nas mãos da sorte, tenho o meu rico segurozinho de saúde feito há muito tempo já a contar com isto!

Aceito plenamente a opinião de quem é a favor do parto natural, mas também gosto muito que aceitem a minha opinião!

26 comentários:

A Paraíso disse...

A recuperação de uma cesariana é muito mais dificil e dolorosa para a mãe do que um parto normal. A incontinência pós-parto não deriva necessariamente do parto em si, mas do enfraquecimento da musculatura do perineo, logo pode igualmente ocorrer numa cesariana. Para mim a melhor escolha é a epidural, eheheh.

Miss Dreams disse...

Pois, que a epidural também é muito boa, mas também há tanta gente a quem ela não pega... e cortes e costuras LÁ naquele sitio, a mim não, muito obrigada! Que depois a epidural passa e quem fica com um andar (e sentar) novo sou eu! :)

No meu post falava dos relatos horriveis que tenho à minha volta de partos normais, e por outro lado tenho relatos de recuperações de cesarianas 5*. Aliás, de todas as pessoas que conheço que fizeram cesariana, não ouvi uma única queixa dessas recuperações difíceis e dolorosas! Eu sei que é mais complicado, afinal corta-se pele, músculo, útero e tudo por aí fora, mas muito sinceramente prefiro 1000 vezes!

Karochinha disse...

Ora nem mais, apesar da minha opinião estar no extremo oposto da tua, principalmente porque nunca tive receio de parto normal (em vez do natural e não sei se sabes das diferenças entre estes dois termos), a minha experiência foi marcante pela positiva, fui-me informando ao longo da gravidez dos beneficios de ter um filho pela via vaginal, uma vez que o bebé é "espremido" por várias razões e a principal tem como objectivo expelir todos os liquidos amnióticos ao máximo (coisa que não acontece durante a cesariana, obviamente) e a relação entre mãe e filho pode ser logo iniciada com a amamentação (tal também não acontece na cesariana), apesar de todos os relatos que ouvi, tal não me deixou afectar, fiz um curso fantástico de preparação para o parto e fiquei bem informada de todos os procedimentos que iriam ocorrer nessa altura e, acima de tudo, eu tive o privilégio e a honra de poder tirar a minha filha de mim, de a ir buscar, só posso dizer maravilhas, sei o que é uma cesariana, sei o quanto dói ter aquela costura e parecer que vai rebentar com um simples ameaço de espirro, mas compreendo-te, és livre para tal e espero que os teus médicos aprovem a tua decisão, muito embora irão demover-te, acredita!
Desculpa o testamento....
Beijocas nossas ;)

Karochinha disse...

Ah, esqueci-me de mencionaruma coisinha, a zona do prazer, ficou ainda melhor, levei bastantes pontos e afinal até me beneficiou, se é que me fao entender! Não tenho problemas nessa zona...eheh!

Miss Dreams disse...

Karochinha, acredita que já li tanto, mas tanto acerca dos partos normais e dos naturais e sim, sei a diferença entre os 2, fui leitora durante algum tempo do site Humpar e de um outro que agora não me recordo do nome, mas o meu pavor é maior, muito maior do que tudo o que possas imaginar. E para mim, imaginar que poderia passar por uma gravidez em pânico pelo momento do parto está completamente fora de questão.

A minha médica de há muitos anos não tem nada contra as cesarianas, e se tivesse mudava de médica, acredita :)

Sini disse...

Concordo contigo a 100%! Há muitos anos que tomei a decisão de quendo tiver um filho é por cesariana num hospital privado...sou enfra num hospital público...por isso todos os argumentos que possam usar para o contrário já não pegam...

Miss Dreams disse...

Sini, cá beijoca! Alguém que me entenda! :D Comigo também já não há argumentos que me convençam do contrario, só se inventassem uma maneira do puto sair assim por telepatia! :)

Sini disse...

Ou por wireless...ahahahahahah!! Já vi cada argumento para o parto vaginal que até parece anedota...

Isa disse...

Pois, eu ainda tenho duvidas. muitas! Ainda tenho tempo para quando chegar a hora me decidir!

Miss Dreams disse...

Sini, eu aceito os argumentos de quem defende o parto natural/normal, mas não aceito é que me queiram enfiar pelos olhos adentro uma coisa que não quero de maneira nenhuma, e acho muito mal "chamarem" egoísta e outras coisas que tal a quem toma esta opção.

Isa, informa-te muito, lê muito, não te deixes influenciar por fundamentalismos (de ambas as partes) e toma a decisão que achares mais correcta e mais apropriada para ti porque só essa é a certa!

anabenfica disse...

E estás no teu direito. Eu, que chamo a mim própria cabra insensível nestas questões de gravidez, só irei para a cesariana se alguma razão médica assim o exigir.

Nem é pela questão de ser melhor ou pior mãe (nem sei quem é que diz estas coisas, mas enfim...) é mesmo por não ser natural. O nosso corpo foi feito para partos naturais e não cesarianas.

Mas estás no teu direito de optar pelo que quiseres :)

Eu também digo que, caso amamente, será até aos 6 meses. Não sou nenhuma vaca leiteira e se os outros mamíferos só mamam até começarem a ingerir alimentos sólidos porque há-de o ser humano amamentar até aos 2 anos???

Nokas disse...

Ora aí uma coisa que eu nem quero pensar!! :)

Miss Dreams disse...

Ana, eu também sei que o corpo está preparado para o normal e coiso, mas sou assim mesmo, nada a fazer! Eu não defendo a cesariana, só a defendo para mim, e é como dizes, cada um está no seu direito e é livre para escolher!

Essa parte da amamentação também estou de acordo contigo! E caso tal não seja possivel também ninguém é menos mãe por isso!

*C*inderela disse...

estive num projecto sobre aleitamento materno e faziamos perguntas sobre o parto. como há pessoas que falam mais do que deviam fiquei com medo dos partos normais!!
e há uma grande percentagem de mulheres que optam pelas cesarianas hoje em dia. depois do que ouvi acho que vai ser a opção.

bjokas

N... disse...

Minha querida...sabes perfeitamente como foi no meu caso.
Escolhi, por opção, ter uma cesariana pois tal como tu a minha "área de lazer" é muito estimada.
Agora 16 meses depois de ter o meu lindo filho digo que nunca escolheria outra coisa senão a cesariana! Sim, não passei mal com dores, sim, tenho uma cicatriz de meter "inveja", sim, não tive pontos para tirar porque usei um sistema novo que era só "puxar" um fio e sim outras coisas...
Se me mudava o que fiz? não...mas não digo não para ser teimosa,á e tal correu mal mas não digo, digo não porque no meu caso correu bem e se vier um segundo acredito que irei passar (pedir) para ser assim também...

Um grande beijito

Miss Dreams disse...

N, tu és exactamente um dos testemunhos que mais certezas me dá da minha escolha. Acho que não existe vantagem nenhuma em uma grávida passar a gravidez inteira em completo stress com medo do que lhe poderá acontecer no parto. Isso sim é mau, na minha opinião! Serenidade acima de tudo!

anabenfica disse...

Miss Dreams, quando me perguntam se não tenho medo do parto eu digo logo que não.

De parto normal, natural ou cesariana o bebé há-de sair.
Preocupa sim o depois (e muito!). Preocupa o ser vivo que vai depender exclusivamente de mim e da minha competência (ou falta dela) para sobreviver.
O parto, quer dure 1 ou 24 horas, passa. Acaba. Depois do bebé estar cá fora é uma responsabilidade e uma preocupação para toda a vida :|

Isso sim, deixa-me em completo pânico e stress.

Agora o parto...quero lá saber.

Miss Dreams disse...

Ana, eu já nem falo dessa parte... só falei mesmo na parte física, porque o que se segue... estou como tu, deixa-me em completo stress e pânico!

Corina de Oliveira disse...

A minha enfermeira orientadora era parteira com especialidade... tivemos imensas conversas pois como aluna estive no bloco de partos e jurei que comigo aquilo não acontecia. depois uma conversa com ela cheguei a uma conclusao, quero uma coisa intermedia. nao quero uma coisa impessoal mas tambem nao quero em casa pois vá, sou um bocado pessimista.

akapink disse...

Pessoalmente gostava de que fosse natural quando chegar a hora, mas se tiver de ser cesariana, que seja, o importante é evitar o sofrimento :)

Estrelinha disse...

Ainda bem que há mais alguém a pensar como eu. Sou quase sempre vista como uma "ave-rara" só porque tenho a mesma opinião que tu!
O meu médico diz que quando engravidar mudo de ideias, mas não me parece!
Prefiro uma cesariana e pronto :)

Raquel disse...

Olá, foste nomeada para um prémiozinho aqui:
http://9mluniverse.blogspot.com/2012/02/versatile-blogger-award.html

Parabéns!

Miss Dreams disse...

Estrelinha, é exactamente isso que me chateia, sermos vistas como aves raras e egoístas e comodistas e sei lá mais o quê!

AD disse...

Antes de mais...o meu parto (vaginal) foi tudo menos horrendo e doloroso!

Mas o filete (em jeito de narrar episódio passado com moi mêmê) que queria deixar é o seguinte.

Ao iniciar as aulas de preparação para o parto, foi feita uma apresentação. Nome, idade, menino ou menina, semanas de gestação, etc. Na 1a apresentação a mama disse que iria ser cesariana pq tinha um problema ocular. Logo a seguir fui eu. E burra como sou (:D) porque penso que toda a gente me conhece e sabe qd estou a brincar disse que até gostava de ter qq coisinha para ter cesariana marcada...Não estas bem a ver os olhares que me lançaram e o silêncio que se fez....hihihihihihhi, e depois disse: Estava a brincar. Mas acho que ninguém acreditou lol

Sorry pelo exteeeeeeso texto...

Miss Dreams disse...

AD, há gente que não sabe o que é uma piada e levam tudo muito a peito! Espelho disso é lá o sitio onde nos conhecemos e a censura de que foi alvo! Gargalhadas, ironia e sarcasmo (no bom sentido, claro) são tão bons, mas há por aí muita alminha que não sabe o que isso é e vive num mundo cinzentoooooooo!!!

AD disse...

E eu devo enganar mesmo...ou são as pessoas que são limitadas. Hei-de treinar a minha expressão ao espelho, se não um dia ainda apreço aí numa beira! loooooool